fbpx
FRAME

No cenário em constante evolução da mídia digital de notícias, pode ser difícil acompanhar os fluxos de receita mais recentes. Esta postagem de blog explorará 12 fontes diferentes de receita para empresas de notícias, para que você possa garantir que está atualizado e maximizar o potencial de sua organização.

1. Crie comunidade, não publique apenas notícias

Uma das maiores mudanças que as organizações de notícias enfrentaram nos últimos anos foi a perda de controle sobre a distribuição de suas histórias. As plataformas sociais e os mecanismos de busca dominaram a paisagem, determinando quais histórias as pessoas veem e quando as veem.

Isso criou uma nova realidade para as organizações de notícias, que agora precisam trabalhar muito mais para alcançar seu público. Um dos principais argumentos a favor das organizações de notícias digitais é que elas podem se conectar diretamente com seu público, sem intermediários.

No entanto, a maioria das organizações de notícias ainda pensa em si mesma como produtora e distribuidora de conteúdo, não como curadora de comunidades. Para prosperar, as organizações de notícias precisam repensar seu papel e se concentrar em criar e cultivar comunidades em torno de seu conteúdo.

Uma das razões pelas quais as comunidades são tão importantes para as organizações de notícias é que elas ajudam a solucionar um dos principais problemas do jornalismo digital: a falta de tráfego. As comunidades são grupos altamente engajados de leitores, ouvintes ou espectadores que se reúnem em torno de um tema específico.

Existem muitas maneiras de as organizações de notícias podem criar e cultivar comunidades em torno de seu conteúdo. Aqui estão algumas das maneiras mais populares:

– Crie um grupo no Facebook ou uma comunidade no Reddit para discussões em torno de um tema específico.- Lançar uma série de podcasts ou vídeos em torno de um tema específico e promover a série para o público-alvo.- Crie um site ou bloguinho separado para um tema específico e promova-o para o público-alvo.- Ofereça aos leitores a chance de se inscrever em um boletim informativo especializado em um tema específico.

2. Associações, não paywalls

Um dos fluxos de receita mais comuns para organizações de notícias digitais é por meio de assinaturas de leitores, também conhecidas como paywalls. Embora isso possa ser uma estratégia bem-sucedida para alguns, não é a única opção e pode não ser a melhor opção para todos.
Uma alternativa aos paywalls são as associações de leitores ou programas de associação. Esse modelo se baseia em contribuições voluntárias de leitores, em vez de taxas de assinatura obrigatórias. Em troca de seu apoio, os leitores recebem benefícios como conteúdo exclusivo, acesso antecipado às histórias ou uma opinião no processo editorial.

As associações de leitores têm várias vantagens sobre os paywalls. Primeiro, eles permitem que os leitores apoiem as organizações que valorizam, em vez de serem forçados a pagar por conteúdo que talvez não desejem. Em segundo lugar, eles constroem relacionamentos mais fortes entre leitores e organizações de notícias, o que pode levar a uma maior lealdade e engajamento. Por fim, tendem a ser mais sustentáveis ​​no longo prazo, pois não dependem de anúncios ou outras formas de receita que podem flutuar.

Se você está pensando em iniciar uma associação de leitores, há algumas coisas a serem lembradas. Primeiro, você precisará construir uma base de leitores leais que estejam dispostos a contribuir financeiramente para sua organização. Em segundo lugar, você precisará oferecer benefícios que sejam valiosos o suficiente para os leitores incentivá-los a participar. E, finalmente, você precisará ter um plano para sustentar sua associação a longo prazo.

Se você está procurando uma alternativa ao modelo tradicional de paywall, as associações de leitores são uma ótima opção a ser considerada.

3. Patrocínios, não anúncios

Inovação é importante, mas às vezes a velha escola ainda é a melhor. Patrocínios de organizações sem fins lucrativos, empresas e pessoas físicas são uma forma tradicional de sustentar as mídias. E há boas razões para isso: os patrocinadores tendem a ter uma relação mais estreita com a missão e os valores das mídias do que os anunciantes, que geralmente se preocupam apenas em alcançar o maior número possível de pessoas, independentemente do contexto.

Os patrocinadores também costumam ser mais leais e, portanto, mais duradouros do que os anunciantes, que podem simplesmente ir embora quando as coisas ficam difíceis. Por fim, os patrocinadores geralmente estão dispostos a investir em novas iniciativas, enquanto os anunciantes tendem a ser mais conservadores.

4. Marketing de conteúdo, serviços editoriais

O marketing de conteúdo é a estratégia adotada pelas empresas para criar e distribuir conteúdo relevante e valioso para atrair, conquistar e fidelizar seu público-alvo, aumentando ainda mais o reconhecimento da marca.

Existem inúmeras maneiras de utilizar o marketing de conteúdo para promover organizações de notícias digitais. Uma delas é oferecer serviços editoriais para outras empresas, como assessoria de imprensa e redação de matérias.

Além de ser uma forma de ganhar renda extra, os serviços editoriais também ajudam a divulgar o trabalho da organização de notícias e aumentar sua visibilidade.

5. Serviços de consultoria

Como as organizações de mídia estão se ajustando para um mundo digital, muitas delas estão procurando por serviços de consultoria para ajudá-las a navegar nessa nova realidade. Os especialistas em mídia podem ajudar as organizações a desenvolver estratégias para criar e monetizar conteúdo, para além de ajudar a implementar e gerenciar as ferramentas necessárias para executar essas estratégias.

Os serviços de consultoria também podem ajudar as organizações a entender como os algoritmos das redes sociais funcionam e como eles podem impactar o alcance do seu conteúdo. Além disso, os consultores podem ajudar a identificar e analisar as métricas mais importantes para acompanhar o sucesso das estratégias de mídia digital.

5. Venda direta de produtos

Organizações de notícias digitais podem vender produtos diretamente aos seus leitores. Isso pode incluir tudo, desde e-books e webinars a camisetas e canecas. Se você tem um produto valioso para oferecer, é possível que os leitores estejam dispostos a pagar pelo seu conteúdo.

As organizações de notícias digitais podem usar a tecnologia para criar e vender produtos de conteúdo. Os e-books são um exemplo de produto de conteúdo que pode ser facilmente vendido online. As organizações de notícias podem usar seu site ou blog para promover e vender seus e-books.

Outro produto de conteúdo que pode ser vendido online é o webinar. Webinars são seminários online que os espectadores podem assistir ao vivo ou baixar para assistir em seu próprio tempo. As organizações de notícias podem usar webinars para gerar receita, oferecendo acesso a um webinar por um preço.

7. Eventos

Organizações de notícias estão organizando eventos há anos, mas a digitalização tem permitido que esses eventos sejam mais bem organizados, mais acessíveis e mais rentáveis. A web tornou possível que as pessoas de todo o mundo possam assistir a eventos ao vivo, o que significa que as organizações de notícias podem cobrar pelo acesso a esses eventos. Além disso, o marketing de eventos é uma ótima maneira de gerar receita, pois as empresas estão sempre à procura de maneiras de promover seus produtos e serviços.

8. Empacote e venda dados

Uma das principais fontes de receita para as organizações de mídia digital é a venda de dados. Os dados podem ser embalados e vendidos de várias maneiras diferentes, dependendo do tipo de organização e do mercado alvo. Algumas organizações de mídia digital venderão dados brutos para anunciantes ou outras empresas que podem usá-los para fins de marketing ou pesquisa. Outras organizações venderão dados embalados em forma de relatórios ou estudos sobre determinados tópicos, mercados ou públicos-alvo. As organizações de mídia digital também podem vender acesso a sua base de dados ou a uma parte específica de sua base de dados para que outras empresas possam usá-la para fins de marketing ou pesquisa.

9. Fundações e ONGs

1. Empresas de notícias tradicionais têm longa experiência em lidar com fundações e ONGs.

2. Essas organizações estão sempre buscando parceiros para ajudar a divulgar suas mensagens e conteúdos.

3. As empresas de notícias podem se beneficiar dessa demanda, fornecendo um canal para a divulgação dessas mensagens.

4. No entanto, é importante que as empresas de notícias selecionem cuidadosamente as fundações e ONGs com as quais irão trabalhar, para garantir que haja compatibilidade de valores.

5. Trabalhar com fundações e ONGs também pode gerar novas oportunidades de reportagem e conteúdo.

10. Empreendedores emergentes

Empreendedores emergentes têm sido uma fonte cada vez mais importante de receita para as empresas de mídia. Com a popularidade do crowdfunding e do investimento de impacto, as empresas de mídia estão buscando maneiras de envolver esses empreendedores em seus projetos.
O crowdfunding permite que as empresas de mídia capturem o interesse do público em seus projetos e levantem fundos para sua realização. Além disso, o investimento de impacto está se tornando cada vez mais popular, com investidores buscando aplicar seus recursos em projetos que geram um impacto positivo.
As empresas de mídia estão cada vez mais interessadas em envolver esses empreendedores e capturar seu interesse e investimento. Isso está permitindo que as empresas de mídia inovarem em seus modelos de negócios e oferecerem novas fontes de receita.

11. Anúncios em tempo real, ofertas diárias

Uma maneira de aproveitar a publicidade em tempo real é oferecer ofertas diárias. Esse tipo de publicidade pode ser muito eficaz, especialmente se você tiver um produto ou serviço sensível ao tempo. Por exemplo, se você for um site de notícias especializado em notícias de última hora, poderá oferecer uma oferta diária para uma assinatura do seu site. Dessa forma, você garante que seu anúncio será visto por um grande número de pessoas, além de poder oferecer um desconto para quem se inscrever.

12. Vídeos

O vídeo é uma parte cada vez mais importante do negócio de notícias e há várias maneiras de monetizá-lo. As organizações de notícias podem vender publicidade em seu conteúdo de vídeo ou cobrar pelo acesso ao conteúdo de vídeo premium. Eles também podem trabalhar com patrocinadores para criar conteúdo de vídeo patrocinado ou podem vender conteúdo de vídeo diretamente aos consumidores.

Índice